20.12.08

Procrastinação efectiva


Somos “cadáveres adiados que procriam”, como diria o poeta Fernando Pessoa. Procriamos sonhos e desejos, vontades e ambições, queremos mais e não nos contentamos com pouco. Mas nem sempre conseguimos realizar tudo a que nos propusemos. As desilusões chegam e a angústia fica mais perto. Mas, para que a vida não seja um fardo de derrotas e fracassos, encontramos sempre algo que entretenha o presente, e que adie a verdade nua e crua. E incontornável…


O placebo é um medicamento inócuo, sem nenhum valor terapêutico, mas que acaba por ter o mesmo efeito pois a pessoa que o toma acredita que este é o verdadeiro. Vazio e oco, esta “pílula de açúcar”, apenas funciona porque a mente é mais forte. Porque a vontade é mais forte. A verdade é que tomamos “placebos”, instinta e conscientemente, todos os dias, e de variadas formas. Quando olhamos as montras das lojas, mesmo sabendo que não poderemos comprar nada do que está lá dentro. Quando compramos coisas que não necessitamos, mas apenas porque as queremos ter. Quando se bebe demais, como se isso fosse acabar com os problemas precedentes. Quando se usa as cintas modeladoras de corpo, só para o espelho nos dizer que estamos um pouco mais magros. Quando nos iludimos com as horas e horas de publicidade que vemos ao longo da nossa vida. Quando vemos um filme com final feliz. Quando ouvimos música no carro, à espera que o trânsito acabe no acorde seguinte. Quando vasculhamos a Internet, em busca de algo que não encontramos na vida fora do ecrã. Quando começamos a ler o jornal nas últimas páginas, porque as principais notícias, mais recentes e reais, não estão lá. Quando pensamos demasiado, protelando a decisão que pede uma resolução. Quando se desaperta um pouco o nó da gravata. Quando se inicia um novo romance, para tentar esquecer outro. Quando dormimos apenas para adormecer o pesadelo. Quando jogamos “Sims”, para viver uma outra vida, diferente da nossa, a que gostávamos de viver, nem que seja virtualmente.


Estes “placebos” fazem-nos adiar o inadiável, a verdade que chega passo a passo, quase a alcançar-nos. Tentamos esconder o futuro, embelezando o presente e hipervalorizando o passado. Para que a vida não doa tanto. Vivemos não na verdade, mas na paraverdade. Mostramos só o que queremos mostrar, o melhor de nós, mesmo que este ainda não exista. Porque, afinal, histórias felizes são apenas histórias que não terminaram ainda, procuramos sempre alongar a melhor cena do nosso filme, colori-lo e dar-lhe muitos efeitos especiais. Para que pareça mais bonito, mesmo que não seja real…


Tatiana Henriques 
 

publicado por Burguesinhas às 18:05

13.12.08

Bem, uma música que VERGONHOSAMENTE uma de nós não conhece passa a fazer parte do nosso reportório. Uma noite que demorou a começar mas que valeu a pena e, sobretudo, fez-nos estar sempre cada vez mais próximas e com mais momentos para partilhar.

Depois de ficarmos penduradas sem poder entrar e lado nenhum, de apanhar uma molha que só visto e ainda tentar descobrir um contacto no meio de uma mala para a poder devolver, as coisas recompuseram-se.

Dançar e recolher rm's, um bom programa para nos integrarmos no academik christmas :)

O resultado é uma hora seguida de gravações porque ALGUÉM  deixou o gravador ligado no bolso lol. Para relembrar a noite, aqui fica a música referida no início para se conhecer a letra tooooda ;)

 

 

publicado por Burguesinhas às 01:28

Nostálgicos por natureza

 

É com a idade que a nostalgia vem. De mansinho e sem avisar, prega-nos uma surpresa. O embrulho tem uma mensagem clara: o tempo está a contar.

Presente envenenado que vai determinar a angústia pelo tempo que nos acompanha fielmente. Lutar contra o tempo? A resposta é: braço de ferro perdido à partida. Mas há que vasculhar o possível contorno da situação. Se a dado momento a nossas forças cedem ao poder temporal, de que vale prolongar o conflito? Prolongar não é o ideal, desfrutar sim. O real desfrute e não a ilusão de desfrute. Ou melhor, se a ilusão traz satisfação, porque não? Não será assim tão relevante a veracidade e a autenticidade se ao fim ao cabo o que conta é o resultado final – felicidade. Ser feliz não como nos contos de fadas. Fragmentos. Ser feliz permanentemente não está ao alcance do comum ser humano.

As recordações criam a nossa identidade, o presente molda-a e é o futuro que a vai alterar, mais ou menos mediante as circunstâncias. O ideal será um pé a levantar do passado sem o abandonar, concentração no presente para assistir à modelagem, e um olho no futuro para ver o que aí espreita.

O tic-tac mental a cada aniversário que passa, a cada partida de um ente querido... Está lá, sempre a lembrar que a fronteira não é definida por nós. O homem subordinado à contagem decrescente.

“Recordar é viver”. Não, recordar é reviver! Só se vive uma vez e é precisamente por isso que sentimos necessidade de voltar a olhar para o passado. Precisamos de tomar os maus exemplos como cenas a não repetir nos próximos capítulos e agarrarmo-nos aos bons momentos para encontrar alento mesmo na pior das circunstâncias. Os recalcamentos atenuam ou desviam do consciente aquilo que não queremos reviver, fica o que de melhor há para salientar. O passado torna-se um vício! É esse vício que alimenta a vida de muitos nós.

 Se por um lado é mau mantermo-nos na ilusão, que outra forma teríamos de esquecer aquilo com que o presente nos presenteia? Se o presente for um mar de rosas, então o passado perde o posto de refúgio. E se nem um nem outro conquistarem o estatuto de memorável, há sempre a hipótese de nos centrarmos no futuro. Três possibilidades, nenhuma escolhida ao acaso. Ansiar por alguma coisa que represente a luz ao fundo do túnel, típico do ser humano.

publicado por Burguesinhas às 01:26

Bem, para que não continuem a chatear-me por não fazer nada no blog, vou improvisar qualquer coisinha. Mas atenção, como eu sou uma pessoa que gosta de aproveitar o que aprende, não posso escrever muito texo confrome aprendemos em online :P

E, antes de mais, uma sugestão: toca a publicar aqui as crónicas!!!!!

Resumindo, esta entrada é mesmo só para dizer que a fiz e para vos mandar trabalhar;)

Beijinho para as duas meninas***

publicado por Burguesinhas às 01:21

11.12.08

Pois é meninas, hoje foi um dia daqueles.... Andamos cheias de trabalhos mas não nos podemos esquecer do nosso querido e amado blog.

 

Hoje não tenho grande coisa a dizer, vim postar porque mais do que 2 dias sem post's nao pode ser.. Não estou realmente inspirada..

Bem, depois de quinze dias de clausura amanha vamos finalmente ter a nossa grande noite. Vamos acabar a festa que comecamos na segunda =D

vou deixar a musica do dia, assim escolhida à pressao porque tou a morrer de sono e quero dormir =P

 

 

P.S Como é que eu me ia esquecer disto, a UPactiva foi hoje finalmente para o ar, para quem vem aqui e não nos tenha no messenger, ouçam-me a mim e à bá em jpr.icicom.up.pt /upactiva   e....... "activem-se na UP"!

bem, beijinhos às minhas duas marias.. amanha com certeza que vai haver mais inspiração =D

publicado por Burguesinhas às 01:49

09.12.08

Oi!!

Chegou o grande dia e valeu a pena todo o tempo k esperámos. Pessoas incríveis criam momentos incríveis como os que aconteceram, cheios de emoção, que, sem dúvida, vão deixar muito boas lembranças.

Hoje, fomos baptizadas e as nossas madrinhas traçaram-nos as capas, com uma tuna só a cantar para nós (bigada tuna de enfermagem de Sta. Maria).

 

Obrigada burguesinhas por estarem comigo a viver todos estes momentos, só vocês o tornariam tão especial.

Aqui fica uma foto nossa, oficialmente bastardas.

 

 

Burguesinhas muito felizes!!

 

Jinhos a todos.

publicado por Burguesinhas às 01:08

08.12.08

Hoje decidi dedicar isto a vocês! Não me peçam motivos nem explicações, apenas decido fazê-lo porque sim. Pelo que são, pelo que representam para mim, por serem vocês mesmas e por me acompanharem em cada etapa da minha vida.
Hoje foi um dos dias mais marcantes na minha curta vida mas sei, que como este não vão haver muitos. Tanta alegria partilhada, tantos sentimentos, tanta energia, tanta emoção, tantos sorrisos, tanta FELICIDADE!
Se ontem eu estava feliz e decidi dizer isso no nosso blogue, acreditem que hoje a minha felicidade ultrapassou todos os limites. Sentimentos, acções, reacções, tanta coisa partilhada, tantos olhares trocados, voltei a sentir-me uma criança que irradia felicidade por todos os lados. A vocês devo muita coisa, devo muitos momentos bem passados, devo o meu sorriso, devo o facto de me terem feito com que nunca perdesse a vontade de sorrir mesmo quando tudo apontava em sentido contrário.
Pessoas únicas, inigualáveis e que jamais serão esquecidas, depois de hoje, posso com certeza afirmar que são PEÇAS FUNDAMENTAIS no puzzle que construo todos os dias. No puzzle que comecei a construir há 19 anos e que ainda continuo a construir, muitas peças foram já trocadas, muitas peças foram construídas, muitas ficaram desfeitas e à espera de reconstrução mas vocês são aquele tipo de peça que vai sempre permanecer no mesmo lugar pois eu tenho a certeza que jamais sairão de lá e jamais sairão do sítio central que ocupam no meu puzzle. Assim como vocês, outras peças têm lugar fixo e de forma alguma inalterável, mas ficam para uma outra ocasião.   

Vocês são o centro da peça que coloco hoje no meu puzzle, peça esta que tem lugar assente para todo o sempre. A peça de hoje tem gravada em si os vossos nomes, os nomes de quem partilhou os momentos que passamos juntas, tem cada segundo, cada minuto, cada hora do nosso dia. Tem a água, tem o fado, tem todos os sons, tem cada passo que percorremos, cada palavra que dissemos, cada olhar que trocamos, cada lágrima escondida no canto do olho, tem a nossa ida, o nosso regresso, o nosso primeiro passo depois de ultrapassar a porta, tem a nossa confiança, a nossa ambição e nosso SONHO e, acima de tudo, tem-nos a nós. Cada fragmento é uma de nós, a peça apenas se divide nos pensamos que ficaram por partilhar.
Quero e espero que me continuem a ajudar na construção do meu puzzle, quero-vos em cada peça, em cada dia, em cada noite, a cada hora, a cada minuto, a cada segundo da minha vida. Quero-vos aqui e agora, presentes em cada momento como sempre têm estado. Quero partilhar momentos únicos e especiais com pessoas únicas e especiais.



A ti Bárbara e a ti Tatiana, obrigada por tudo e principalmente obrigada por me fazerem feliz. Amo-vos do fundo do meu ser **



(não podia acabar sem deixar de agradecer à Tatiana minha madrinha da tertúlia por ter feito com que um dos maiores sonhos da minha vida se concretizasse, obrigada por teres estado ali, obrigada pelo abraço e obrigada por teres entrado na minha vida. Aos outros meus grandes amigos, obrigada por estarem sempre do meu lado e por fazerem parte de mim (Tânia, João Carlos, Paulo, Telmo, Soraya, podia continuar mas nunca mais saia daqui, obrigado a todos). Como não podia deixar de ser e para eles não se sentirem esquecidos eu AMO todos os meus primos e toda a minha família por serem, sem dúvida, a melhor de todas!)

 

caúcha

publicado por Burguesinhas às 22:53

Pois é meninas, chegou finalmente o  nosso dia. E quem tinha de vir aqui anunciar isso?? Eu claroooo.. Pensavam que eu ia dormir sem primeiro vir aqui?? Claro que nao..

Hoje apetece-me dizer-vos como estou FELIZZ =D, estou realmente feliz e ainda por cima vou partilhar tudo o que eu mais queria com as minhas Marias. O nosso sonho vai-se hoje realizar e uma nova frase vai aparecer "Permitida a entrada a morcegos", ah pois é.. =P

Sem dúvida alguma que nunca mais nos vamos esquecer deste dia.:

 

             - 8 de Dezembro de 2008

O palácio de cristal nunca mais vai ser esquecido e cada lugar que percorramos vai permanecer em nós. As maquinas ja estão a carregar para que mais tarde possámos recordar este nosso dia com fotos e videos =P

Ja só faltam umas horas para ter as minhas marias em minha casa, mais precisamente daqui a 5 horas (dado que agora sao 4.02 da manha). Aqui nos encontramos, daqui vamos sair as 3 juntas, aqui vamos voltar e novamente sair com a confiança, a alegria, boa disposição e a felicidade dentro de nós. Vamos em direcção à concretização do nosso objectivo. Juntas vamos ser felizes e vamos ter mais uma etapa para recordar.


A agua e o fado esperam-nos. É o nosso Fado! =D

a música do dia é:

 

 



 

como não podia deixar de ser, não vou mais uma vez, sair daqui sem dizer que VOS ADORO e agradecer por todas as alegrias que me dão. ***
publicado por Burguesinhas às 03:49

05.12.08

Como não pode ser sempre a outra burguesinha ( pois há que dividir tarefaas claro!! ), hoje sou eu kem vai "postar". e vocês perguntam "eu kem?" - bem, tentem adivinhar .

Hoje estamos muito contentes!! Fizemos algumas escolhas, vivemos muitas emoções, e esperamos agora pelo "dia que nós sabemos" e que ainda não vamos contar...

Somos mazinhas, ms é só de vez em kuando

Mas prometo que em breve contaremos tudinho (ok, kuase tudo...) lol.

Quero só dizer que adoro estar convosco burguesinhas, cada vez mais

 

Mais uma frasezinha que me lembrei:

"Já é dia!! Vamos dormir?"

 

Música do dia:

 

 

Notinha: sim, eu gosto muito de smiles

 

E mais uma foto:

Jinhos a todos

 

 

publicado por Burguesinhas às 22:14

Minhas caras migas burguesinhas este blog não pode estar mais que um dia sem ter uma nova entrada e vocemezes fazem-me vir para aqui a estas horas para que isto não pare. Pois, porque eu estava a cortar uns fantasticos rm's (registo sonoro para quem nao sabe, tretas de jornalismos) para o nosso fantastico jornal.

Hoje foi um dia de correrias, o tempo está a apertar e nós não paramos mas nem por isso deixamos de ter tempo umas para as outras. Apesar dos trabalhos nós temos que estar acima de qualquer trabalho e qualquer outra coisa, para que quanto mais nao seja aliviar o stress umas com as outras.

Está a aproximar-se um dia muito importante para nós. A concretização de um sonho de muitos anos! Vai ser um dos melhores dias da minha, das vossas e das NOSSAS vidas, vai ser muito bom ter-vos do meu lado! É a concretização do primeiro de muitos sonhos que vou querer partilhar connvosco. =P Um dia para nunca mais esquecer e que vai fazer com que os laços que existem entre nós se tornem cada vez mais solidos e inigualáveis.



como não poderia deixar de ser, a música do dia é  

>




frases do dia:


  - vamos dar uma trinca?
  - ALGO EM NÓS PERMANECERÁ ETERNO (esta merece ir em maiúsculas =P)

 

 

É tudo por hoje, amanhã é dia de trabalho. Nem no nosso dia livre nós deixamos de ir para a faculdade. Como diz a Robalinho "Oh my goodness". 
Não posso sair daqui sem mais uma vez dizer que vos ADORO =P

 

 

(obrigada priminha por teres comentado o nosso blog, Adoro-te muito =P)
 

 

publicado por Burguesinhas às 02:06

mais sobre mim
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


arquivos
2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO